domingo, 25 de maio de 2014

The Railway Man (2013)

Uma Longa Viagem é um filme australiano que se baseia na história real de Eric Lomax, engenheiro que, como oficial britânico, foi capturado em Singapura pelos japoneses durante a 2ª Guerra e enviado como prisioneiro para construir a Ferrovia da Birmânia (também conhecida por Ferrovia da Morte).

A ferrovia foi construída e percorre 415 km entre Banguecoque, na Tailândia, e Rangum, na Birmânia (actual Myanmar).

O filme se baseia na obra do próprio Lomax, que morreu com 93 anos, em 8 de Outubro de 2012, depois de iniciada a produção do filme.

Dirigido por Jonathan Teplitzky, o drama nos coloca diante de um grupo de veteranos ingleses da 2ª guerra, cinquenta anos depois dos episódios da construção da ferrovia.

Eric Lomax, interpretado por Colin Firth, tem por hábito andar em trens, fruto das questões vividas durante a guerra, e um dia conhece e se apaixona por Patti (Nicole Kidman), com quem se casa e a quem acaba demonstrando seu comportamento traumático, decorrente da guerra das torturas sofridas.

O assunto é tabu entre os veteranos, mas Patti procura o melhor amigo de Lomax, Finlay (vivido pelo ótimo Stellan Skarsgård – o Seligman de Nymphomaniac) na tentativa de ajudar o homem que ama e salvá-lo de si mesmo.

Na conversa entre Patti e Finlay, é nos dado a conhecer os absurdos causados pela guerra e as horrendas torturas a ele impingidas pelos japoneses, após Lomax e seus amigos ingleses terem sido pegos ouvindo um rádio que construíram, apenas para recepção das notícias a respeito do que estava se passando no mundo.

O filme, então, se desdobra em dois: passado e presente. Jeremy Irvine vive o Jovem Lomax e somos apresentados a Takashi Nagase (Hiroyuki Sanada), o mais cruel torturador de Lomax.

O velho Lomax, na interpretação extraordinária de Colin Firth, é colocado diante do dilema de ter que resolver seus traumas do passado para salvar seu casamento e a si mesmo.

Descobrindo que Nagase estava vivo, empreende viagem à Tailândia para acertar as contas com seu torturador.

O que se passa a partir daí é uma história delicada, expressão do melhor e maior que o ser humano pode conter em seu coração.

Mandou bem o diretor australiano, que tem apenas outros três filmes em seu currículo [Better Than Sex (2000), Gettin' Square (2003) e Burning Man (2011).]

Um belo filme. Eu recomendo!

Veja o trailler:

Postar um comentário